sempre fui skinny, magrérrima, e depois engordei... resolvi fazer uma dieta a sério e já lá vão dois anos desde que fiquei outra vez o meu verdadeiro eu... aqui vou partilhar com vocês as minhas dicas... tu consegues!
.Calculadora de Calorias
.arquivos

. Março 2017

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2013
Dieta para adolescentes

 

A alimentação nos adolescentes deve sustentar o crescimento, promover a saúde e ser agradável. Durante a adolescência, existem várias alterações de natureza fisiológica e hormonal que afectam as necessidades nutricionais, tal como um crescimento rápido e ganhos de massa muscular e óssea.
Sabemos que cerca de metade dos adolescentes não comem quantidades suficientes de fruta, legumes de cor verde, como bróculos, couve ou espinafres, ovos ou tomates, comprometendo assim gravemente a sua alimentação saudável.
Deficiência em Ferro
A deficiência em ferro é uma das deficiências mais comuns, e os adolescentes são um dos grupos de maior risco – cerca de 13% dos adolescentes têm reservas de ferro baixas. O rápido crescimento, em complemento com um estilo de vida acelerado e escolhas alimentares pouco saudáveis, podem resultar em deficiências de ferro ou anemias. As raparigas precisam de ter uma particular atenção às reservas de ferro, já que perdem muito sangue durante a menstruação.
A fonte principal de ferro é a carne vermelha, mas existem muitas boas fontes de ferro alternativas a carne, como cereais fortificados em ferro, pão, legumes de cor verde ou fruto secos. O organismo não consegue absorver tão eficazmente o ferro destes alimentos, mas a combinação com vitamina C aumenta a capacidade de absorção do corpo. Em contraste, os taninos encontrados no chá reduzem a absorção, sendo por isso preferível beber um copo de sumo de laranja com os cereais do que uma chávena de chá.
Deficiência em Cálcio
Cerca de 25% dos adolescentes ingerem cálcio em quantidades inferiores às recomendadas, com implicações sérias no futuro, em particular na saúde óssea.
A osteoporose é uma doença óssea que torna os ossos finos e quebradiços. Os ossos continuam a crescer a ganhar massa até aos 30 anos de idade – com o período da adolescência a ser o período mais importante em todo o processo. A vitamina D, cálcio e fósforo são vitais para que este desenvolvimento decorra dentro da normalidade. As doses diárias recomendadas de cálcio para adolescentes variam entre os 800mg a 1,000 mg por dia.  
Alimentos ricos em cálcio devem ser consumidos diariamente. A fonte mais rica de cálcio do planeta é o leite e todos os seus derivados. Beber um copo de leite por dia, comer algumas fatias de queijo ou até mesmo beber um iogurte ou batido ao lanche assegura que as quantidades necessárias de cálcio são ingeridas. Em alternativa, o leite de soja pode ser um bom substituto ao leite de vaca.
Quantidade de cálcio em alguns alimentos comuns:
Alimento
CÁLCIO
200 ml de Leite
218 mg
200 ml de Leite de Soja
245 mg
Tofu (60 grs)
300 mg
Queijo Curado (28 grs)
192 mg
Iogurte
283 mg
Sardinhas (60 grs)
306 mg
3 Fatias de Pão
100 mg
Feijão Cozido (115 grs)
59 mg
Couve Cozida (115 grs)
41 mg
Alimentos a escolher
A adolescência é um período de rápido crescimento, como dissemos, e a necessidade básica da alimentação reverte para a potência energética – muitas vezes traduzida num apetite voraz. Idealmente, os alimentos que contribuem para o fortalecimento energético, devem comlementar princípios de alimentação saudável.

Na prática, tal não acontece; o consumo abusivo de gorduras e açucares é alto, enquanto que o de hidratos de carbono amiláceos e fibras é baixo. Embora indesejáveis, estes hábitos não terão repercussões graves a curto prazo, tornando-se apenas um verdadeiro problema se persistirem em idade adulta.

Os adolescentes devem ser estimulados a escolher uma variedade de alimentos dos grupos alimentares básicos:

● Muitos, muitos hidratos de carbono amiçáceos, como pão, massa, arroz, batata, cuscus e cereais.
● Muitas, muitas frutas e legumes – pelo menos 5 doses por dia
● Bastantes produtos lácteos, como leite, iogurtes e queijos
● Quantidade suficiente de proteínas de carne, peixe e ovos
● Poucos doces e gorduras

Outros hábitos importantes para uma alimentação saudável durante a adolescência são:
● Beber pelo menos 8 copos de água por dia
● Comer sempre o pequeno-almoço – um bom pequeno-almoço fornece os nutrientes essenciais e ajuda a aumentar a concentração durante a manhã.
● Faça exercício em bases regulares, de modo a manter uma boa forma física, a saúde cardiovascular e o desenvolvimento dos ossos
● Seja moderado com bebidas alcoólicas – a experimentação faz parte do crescimento e da independência dos adolescentes. Se beber bebidas alcoólicas, tente não exagerar e manter o consumo moderado.

Emagrecer
Numerosos estudos mostram que grande parte dos adolescentes, principalmente as raparigas, estão insatisfeitos com o peso e possuem uma imagem distorcida do próprio corpo e imagem.
O método mais popular para perder peso é reduzir as refeições, não comer carnes, snacks, açucares e gorduras, contudo, isto nem sempre é uma opção saudável. Quando uma adolescente faz dieta, os seus níveis de cálcio, vitamina C, beta-caroteno, selénio, zinco e folatos descem a níveis insuficientes para o funcionamento correcto do organismo.
Se quiser mesmo ficar mais magro(a), assegure-se que é apropriado –precisa mesmo de perder peso, ou está só insatisfeito com a figura do seu corpo? Depois, e caso decida avançar, assegure-se que o faz de forma correcta.
Dietas muito estritas e exigentes são pobres em nutrientes essenciais, e muito frequentemente, as dietas falhadas são verdadeiros yo-yo’s para o seu peso. Uma alimentação equilibrada, saudável e regular, complementada com exercício físico é a única resposta viável. Corte nos açúcares e comidas gordas, e não em alimentos dos outros grupos alimentares. Não perca o controlo na sua batalha contra o peso.
Apesar destes conselhos, a adolescência é um período em que transtornos alimentares podem ocorrer. Se pensa que sofre de um transtorno alimentar, fale com o seu médico para conselhos e tratamento imediato.
Vegetarianismo
Embora não seja regra, os vegetarianos são muitas vezes mais saudáveis que o resto da população – eles podem ser racionais na sua alimentação, ter uma excelente ingestão de nutrientes essenciais e geralmente estão em boa forma física. Ser um adolescente vegetariano não tem de ser um problema, desde que mantenha uma alimentação equilibrada com alternativas aos nutrientes da carne ou peixe.
A carne fornece proteínas, ferro, vitaminas B essenciais e zinco – tudo fundamental para um adolescente em crescimento. Podemos contudo obter os mesmos nutrientes em:
● Ferro – cereais fortificados, pão, frutos secos, feijão, ervilhas e lentilhas. Tente comer duas doses de alimentos ricos em ferro por dia. Para ajudar a absorção, coma-os com fontes de vitamina C (laranja, sumos, tomate e legumes)
● Vitaminas B – Se ainda consome produtos lácteos diariamente, então a ingestão deste tipo de vitaminas não deve ser um problema. Para os Vegans, a vitamina B12 pode ser encontrada em leite de soja, cereais ou extractos de leveduras.
● Zinco – Pode ser encontrado em leguminosas, feijão e cereais

Como precaução adicional, pode beneficiar se tomar suplementos vitamínicos e de minerais para vegetarianos.
Acne
Contrariamente à crença popular, existem muito poucas provas científicas que o acne é causado por alimentos gordos ou fontes de açúcar. Factores hormonais, incluindo o stress, são causa mais prováveis.
Considerações Finais
● Coma refeições regulares com alimentos de todos os grupos
● Mantenha moderados os alimentos doces e ricos em gordura
● Ferro e cálcio são os nutrientes chave na adolescência, por isso assegure-se que consome quantidades suficientes
● Se quer emagrecer, faça-o com precaução
● Seja activo(a)
● Seja moderado(a) no consumo de álcool
Fonte: Alimentação Saudável
publicado por suzi às 09:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2012
Dieta no Natal

 

 

É verdade, não nos podemos esquecer da dieta em tempos de Natal, todos sabemos que o Natal e o Ano Novo são dias festivos conhecidos por proporcionarem um conjunto de exageros, sendo um deles o excesso de ingestão de alimentos e bebidas. Sendo uma época celebrada em família e na maior parte do tempo passada à mesa, a tentação de petiscar este ou aquele alimento é maior. Tendo em conta que a maioria dos alimentos confeccionados nesta altura são ricos em açúcares e gorduras, o seu consumo em excesso pode levar a um ganho de peso não desejado.

Contudo, também se pode ter cuidados alimentares nesta época, sem excluir os prazeres dos sabores de Natal.

Em primeiro lugar, o dia deve começar com um bom pequeno-almoço. Não é por ser Natal, que este deve ser excluído do resto das refeições. Pelo contrário, o pequeno-almoço irá fazer com que aproveite da melhor forma o Natal e o dia de Ano Novo. Deste modo, deverá aproveitar o efeito benéfico dos cereais integrais como o pão ou os próprios cereais, dos lacticínios (leite, iogurte ou queijo) e de uma peça de fruta rica em vitaminas, minerais e fibras.

Apesar de ser um dia de festa, nunca deverá esquecer de fazer 5 a 6 refeições por dia, não estando mais de 3:30horas sem comer. Para isso, faça pequenas merendas entre as refeições principais, constituídas por fruta ou iogurtes. Ao almoço e ao jantar não se esqueça que a sopa e um prato recheado de legumes cozidos e/ou saladas é fundamental. Deste modo, pode aproveitar as couves, a cenoura ou o nabo a acompanhar o típico bacalhau ou peru. Estes dois últimos elementos devem ser confeccionados e consumidos retirando a gordura e, no caso do bacalhau, o sal. Para os temperos utilize ervas aromáticas, especiarias e limão. Deste modo, terá uma alimentação pobre em sal mas rica em sabor e nutrientes.

Como estamos em dia de festa, os doces irão ter lugar na sobremesa, após as refeições. Faça uma boa selecção dos doces que mais gosta e consuma-os em pequenas porções. Para além dos doces, não se esqueça que os frutos secos, típicos desta época, são boas fontes de ómega 3, contudo o seu consumo deve ser feito com moderação uma vez que são bastante calóricos. Para que não tenha tendência para estar sempre a petiscar os doces ao longo do dia, opte por não os colocar à vista. Deste modo, os doces só deverão ser colocados na mesa de Natal ou Ano Novo depois das refeições.

No que diz respeito às bebidas a optar, a água é a bebida de eleição. Os refrigerantes são bastante calóricos uma vez que apresentam adição de açúcares, mesmo aqueles que não têm gás. Deste modo pode optar pelo consumo de sumos de fruta 100% natural ou néctares. Como é dia de festa e as bebidas alcoólicas, por vezes, são a opção da maioria das pessoas, é importante que não se esqueça do valor energético dessas bebidas. Ou seja, por cada grama de álcool ingerido pelo organismo irá obter 7 calorias. Deste modo, o seu consumo deverá ser feito com moderação, com uma dose diária de 2 bebidas para os homens e 1 bebida para as mulheres. Se tiver preferência por uma bebida específica, opte por um copo de vinho tinto, rico em antioxidantes e benéfico a nível cardiovascular, quando bebido segundo as recomendações.

Por fim, apesar de estarmos numa época de festa não devemos esquecer que a actividade física é importante. Por isso, não fique sentado no sofá a ver televisão e aproveite o dia de Natal e Ano Novo para passear com a família e aproveitar ao máximo estes dias.

publicado por suzi às 16:46
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 12 de Novembro de 2012
Dieta do Limão

 

A dieta do limão é muito conhecida por ser uma das preferidas de pessoas célebres, como por exemplo a cantora Beyoncé que já utilizou esta dieta para perder peso, de acordo com algumas revistas chegou a perder 10 kg com a dieta.

 

Devido o seu rigor, a dieta do limão é muitas vezes encarada como uma dieta de desintoxicação, sendo inclusive proibida por alguns médicos, na realidade ela deve ser feita apenas por pessoas que não tenham problemas de saúde.

 

O motivo da preocupação dos especialistas em saúde é o fato de essa dieta ter um déficit de alguns elementos como proteínas, vitaminas e minerais, por esse motivo é preciso ter algum cuidado e não exagerar na hora de fazê-la, pois as consequências podem ser graves.

 

Mas os benefícios também são vários, pois o limão concentra uma grande quantidade de vitamina C, vitamina B, ferro, magnésio e fósforo. Ao fazer a dieta do limão para emagrecer, algumas toxinas serão eliminadas, o organismo será desintoxicado, a dieta irá purificar glândulas, e a tensão dos vasos sanguíneos e das artérias serão aliviadas.

 

A dieta do limão é marcada por ser uma dieta de jejum total, ou seja, os interessados em começar a fazer dessa dieta precisam estar preparados, visto que ela é uma das mais radicais que existe, pois fica proibido qualquer tipo de alimento sólido, sendo liberados apenas o limão e água, o tempo máximo de duração é de uma semana, não podendo ser ultrapassado nunca.

 

O segredo do sucesso da dieta do limão é aumentar progressivamente a quantidade a ser consumida e diminuir progressivamente também, ou seja, se ao iniciar a sua dieta você tome um copo de água com meio limão, no segundo dia você poderá aumentar para um limão, no terceiro dia a quantidade poderá ser um limão e meio e assim sucessivamente, quando for atingido o consumo de três limões, a quantidade deve ser reduzida até alcançar novamente a de meio limão, faça esse processo continuamente até atingir uma semana.

 

É de notar que a dieta do limão deve ser feita em jejum e de preferência com água gelada, sendo pode ser usada água morna também.

Por ser tão radical, é evidente que a dieta do limão emagrece, mas é preciso sempre ter em mente que ela não deve ser feita por um período muito longo.

 

O primeiro passo para que a dieta do limão seja bem-sucedida é mantê-la pelo tempo determinado, caso contrário todo o esforço terá sido em vão.

 

No primeiro dia ferva um copo de água, espere até ela ficar morna, se preferir pode ser água gelada, e tome com o sumo de um limão, isso irá fazer com que o seu apetite seja reduzido durante todo o dia.

No segundo dia chupe meio limão, no terceiro um limão e assim sucessivamente até alcançar três limões por dia, em seguida diminua aos poucos até alcançar meio limão e volte aumentar as doses, até alcançar uma semana, tempo máximo permitido.

Isso irá fazer com que a excreção de ureia, ácido úrico e fosfórico aumente consideravelmente na urina, fazendo com que o organismo seja cada vez mais purificado.

 

Regras básicas para a Dieta do Limão: 

  • Não consuma o limão com sal ou outro tempero, ele deve ser usado de forma natural.
  • Nunca faça essa dieta se tiver problemas de saúde, ou consulte um médico antes de começar.
  • Existem outras variações menos agressivas da dieta do limão onde outros alimentos poderão ser inseridos como pão integral, frutas, iogurtes, entre outras.
  • O sumo do limão é considerado por muitos médicos como um ótimo tônico para o fígado.
  • A pausa entre uma dieta e outra é de pelo menos uma semana, nada de emendar várias dietas.
  • O tipo de limão é livre, ou seja, poderá ser usada qualquer variação.

 

publicado por suzi às 13:39
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 25 de Outubro de 2012
Dieta do Leite

  

 

 

Hoje vou falar sobre uma dieta que tem conquistado imensos adeptos por esse mundo fora. Trata-se de uma dieta que promete uma perda de 7kg em 8 dias. Vamos falar-lhe da dieta do leite. Esta dieta é barata, rápida, e, segundo os depoimentos, tem resultados estrondosos. Mas será mesmo assim? Podemo-nos fiar nestes depoimentos? Importa perceber o que é e como funciona a dieta do leite.

 

A ideia que preside à dieta do leite é simples: substituir as refeições principais por copos de leite. Não importa se é leite magro, gordo, de soja, ou qualquer outro cuja porção de 200 ml não ultrapasse as 100 calorias. O resultado primário é evidente: aumentam os níveis de lactose e cálcio no sangue. Este simples facto vai fazer, como afirmam certos estudos clínicos, com que as células do organismo trabalhem melhor e armazenem menos gordura. Além disso, esta dieta acaba por reduzir a ingestão de hidratos de carbono da alimentação, causando ao organismo a necessidade de obter a energia para as suas atividades nas proteínas e nas gorduras do seu corpo.

 

Fundamentalmente, o que isto quer dizer é que, uma vez que o corpo está a receber menos energia e, por isso, a armazenar menos gordura, ainda está a ser obrigado a ir buscar às suas reservas de gordura a energia que antigamente recebia em quantidade tal que ainda conseguia constituir reservas sob a forma de gordura. No fundo, trata-se de um efeito bilateral, ou “2 em 1”, se preferir, da dieta do leite.

 

O Leite é considerado um dos alimentos mais completo para o ser humano. Vejamos a sua composição:

 

Cálcio: ajuda a construir e manter ossos fortes. Atua também nas funções nervosas, contração muscular e fluxo sanguíneo;

 

Proteínas:  para o desenvolvimento cerebral e crescimento dos tecidos corpóreos;

 

Vitamina A: mantém a normalidade da visão e da pele;

 

Vitamina B12: essencial para o crescimento e saúde do sistema nervoso;

 

Vitamina D: promove a absorção do cálcio e fósforo, e influencia a mineralização óssea, o fortalecimento dos ossos;

 

Potássio: ajuda no equilíbrio dos fluidos corporais e pressão sanguínea. É necessário também para a atividade muscular e contrações;

 

Fósforo: ajuda a gerar energia nas células do corpo e influencia a mineralização óssea, o fortalecimento dos ossos;

 

Niacina: mantém o funcionamento normal das enzimas e ajuda o organismo a processar açúcares e ácidos gordos. É importante também para o desenvolvimento do sistema nervoso;

 

Riboflavina: ajuda a produzir energia nas células do organismo e exerce um papel vital no desenvolvimento do sistema nervoso.

 

Mesmo com todos esses componentes, a Dieta do Leite não deve ser feita durante mais do que uma semana.

 

O corpo humano tem uma necessidade diária de cálcio de cerca de 1200mg, mas a quantidade em mililitros vai depender do tipo de leite que se vai tomar.

 

Cada copo deve ter aproximadamente 70 a 100 calorias, independente dos ml, e pode escolher o leite pelo menor valor de calorias e maior teor de cálcio, seja ele qual for, em pó, magro, meio-gordo, gordo seja de vaca ou de soja.

 

Divida o que está definido ao longo do dia, tentando não ficar mais de 4 horas sem ingerir nada.

 

Agora a ementa para uma semana:

 

1º Dia

6 copos de leite

 

2º Dia

4 copos de leite + 2 frutas

 

3º Dia

2 copos de leite + 2 frutas + queijo à vontade

 

4º Dia

4 copos de leite + 1 fruta + 1 bife

 

5º Dia

2 copos de leite + 2 frutas + 1 ovo + 1 bife

 

6º Dia

2 copos de leite + 1 fruta + 1 ovo + 1 bife + queijo à vontade

 

7º Dia

3 copos de leite + 3 frutas

 

8º Dia

2 copos de leite + 1 fruta + 1 bife + queijo à vontade

 

As frutas mais adequadas a esta dieta são: Abacaxi, Banana, Damasco, Maçã com casca, Laranja, Manga, Mamão, Melancia, Melão, Morangos e Pêra.

 

Dicas importantes:

 

- Água e chás podem ser consumidos à vontade desde que não adicione qualquer açúcar;

 

- É permitido bater as frutas com o leite nos dias indicados com 'Leite + Frutas';

 

- Pode usar adoçante, mas com moderação;

 

- Não existe horários fixos, divida o pouco que tem nos horários que melhor se encaixarem no seu dia, lembrando-se que não deve ficar mais de 4 horas sem ingerir nada;

 

- O leite pode ser o que preferir, desde que seu copo não passe de 100 calorias. Ou seja quanto menos calorias tiver o leite que escolher, mais leite poderá beber.

 

- Trocar o leite pelo iogurte é uma escolha possível, desde que não ultrapasse as calorias, trocar um copo ou outro não vai afetar os resultados.

 

- Pode ser qualquer tipo de queijo, mas de preferência ao queijo branco, por ser menos gordo;

 

- Se possível deverá substituir a carne vermelha, pela carne branca;

 

- Não é aconselhável incluir nenhum tipo de cereal ou massa, mesmo que sejam integrais;

 

- Para os homens aconselha-se o aumento de um copo diário de leite por dia;

 

- Pode adicionar canela ao leite, fica muito bom;

 

- Pode-se acrescentar ao leite, café, chás, sumos light e até gelatinas magras. Exclua todos os achocolatados e outros alimentos ou essências que possuam calorias;

 

- Os alimentos zero calorias, sumos zero açúcar, limonada com adoçante, chás e claro muita água, também podem ser incluídos ao longo do dia, com exceção de refrigerantes;

 

- Saladas de folhas verdes com clara de ovo cozida, temperados com vinagre de maçã ou limão, gengibre e pouco sal também podem ser incluídos à vontade. A qualquer momento e em qualquer dia, mesmo no primeiro.

 

- Corte as frutas e até o queijo em  pedaços pequenos para comer ao longo do dia, isso ajuda a saciar a fome. O queijo picado pode ser colocado junto à salada;

 

- A fruta considera-se 1 fruta=1 unidade, por exemplo 1 maçã, 1 laranja. As grandes pode considerar 1 fruta:  1/4 melão, 1/4  melancia, 1 papaia, 1/4 de abacaxi. As pequenas frutas consideram-se 6 a 7 morangos, 10 bagos de uva = 1 fruta.

publicado por suzi às 11:22
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 3 de Outubro de 2012
Dieta da Sopa

 

Hoje trago a dieta da sopa, uma dieta muito famosa. Nessa dieta, que tem poucas calorias mas é desequilibrada pelo que só deve ser feita durante uma semana. A sopa é preparada com vários legumes, sendo que a couve lombarda ou coração de boi é o ingrediente principal. A dieta da sopa segue um menú diário, onde o principal alimento é uma sopa especial feita com várias verduras.

 

Primeiro é indicada a receita da sopa:

 

Ingredientes:

6 cebolas grandes

1 kg de tomate sem pele

1 repolho

2 pimentões

2 pacotes de sopa de cebola instantanea

4 cenouras

1 ramo de aipo

1 cabeça de alho

 

Corte todos os vegetais em pedaços, misture aos outros ingredientes adicionando água até cobrir e cozinhe por 1 hora.

 

Menú Diário para 1 semana:

 

primeiro dia

  • Coma apenas frutas, qualquer fruta exceto banana, em qualquer quantidade. Complete comendo a sopa, em qualquer quantidade até se satisfazer;

segundo dia

  • Coma apenas vegetais, qualquer vegetal menos feijão, milho e ervilhas. Complete comendo a sopa, em qualquer quantidade até se satisfazer;

terceiro dia

  • Coma apenas vegetais e frutas, excepto os já mencionados antes, na quantidade que quiser. Complete comendo a sopa, em qualquer quantidade até se satisfazer;

quarto dia

  • Coma até 8 bananas e tome até 8 copos de leite. Complete comendo a sopa, em qualquer quantidade até se satisfazer;

quinto dia

  • Coma até 6 tomates e até 400g de carne e beba bastante água. Complete comendo a sopa, em qualquer quantidade até se satisfazer;

sexto dia

  • Coma carne à vontade (sem exageros) e qualquer vegetal menos batatas. Complete comendo a sopa, em qualquer quantidade até se satisfazer;

sétimo dia

  • Coma arroz integral, vegetais, frutas. Complete comendo a sopa, em qualquer quantidade até se satisfazer.

A ter em atenção:

  • Apesar de conter uma grande quantidade de vitaminas, minerais e fibras, esta dieta para emagrecer é pobre em proteínas, gorduras e carboidratos. Desta forma, a dieta da sopa não segue os princípios de uma dieta equilibrada como indicada na Roda dos Alimentos;
  • Por não ser uma dieta equilibrada, ela pode dar origem a carência de nutrientes essenciais e levar a sintomas de sonolência, fraqueza, mal-estar e dor de cabeça. Por isso não deve fazê-la por mais do que os 7 dias recomendados.
publicado por suzi às 09:33
link do post | comentar | favorito
.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.subscrever feeds